Provedor “muito preocupado” com envelhecimento da população

O Provedor de Justiça, José de Faria Costa, reafirmou a sua “profunda preocupação” com o envelhecimento da população e com os problemas que afetam muitos idosos em Portugal, como situações de maus-tratos, abandono e negligência de cuidados.

A propósito do Dia Mundial de Sensibilização sobre a Prevenção da Violência Contra Pessoas Idosas, assinalado na terça-feira, José de Faria Costa lembrou as preocupações transmitidas pelos seniores ao Provedor de Justiça através da Linha do idoso (800 203 531)

Em 2014 o Provedor de Justiça recebeu, através da linha do idoso, cerca de 3.139 telefonemas, maioritariamente sobre saúde, maus tratos e apoios sociais.

São ainda transmitidas “situações de isolamento, abandono, negligência de cuidados”, refere José de Faria Costa num comunicado publicado no ‘site’ do Provedor de Justiça.

“Em grande parte das situações” são os próprios idosos que contactam o Provedor de Justiça, predominando a faixa etária entre os 71 e os 90 anos, “o que revela, de algum jeito, e de forma expressiva, o envelhecimento da população portuguesa”, sublinha.

Segundo as estimativas de População Residente em Portugal 2014, do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgadas na terça-feira, “continua a acentuar-se o envelhecimento demográfico”, em consequência da descida da natalidade, do aumento da longevidade e, mais recentemente, do impacto da emigração.

Os dados referem que, entre 2004 e 2014, aumentou o número de idosos, diminuiu o número de jovens (até aos 15 anos) e o número de pessoas em idade ativa (com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos).

As alterações na estrutura etária resultam no aumento do índice de envelhecimento: em 2004 por cada 100 jovens residiam em Portugal 108 idosos, valor que aumentou para 141 em 2014. Explica o INE, acrescentado que desde 2000 que o número de idosos é superior ao de jovens.

Por outro lado, o índice de dependência de idosos, que relaciona a população idosa com a população em idade ativa, continua a aumentar: em 2004, por cada 100 pessoas em idade ativa residiam em Portugal 26 idosos, valor que passou para 31 em 2014.

De acordo com diferentes estudos populacionais, a faixa etária da população com 65 e mais anos representará entre 35% a 43% da população portuguesa até 2060.

FONTE: http://www.noticiasaominuto.com/pais/407046/provedor-muito-preocupado-com-envelhecimento-da-populacao